quarta-feira, 4 de março de 2009

Conversões Difíceis


André já ouviu a Palavra diversas vezes e por diferentes pessoas. Ele é o típico escravo de Satanás: convivendo com brigas constantes em seu lar, problemas financeiros, doenças e vícios que vieram como anestésico para que ele possa “enfrentar” a realidade.
Toda vez que André ouve sobre o amor de Deus, se emociona, chora, pede perdão, diz que acredita em Jesus e que um dia vai para a igreja, mas esse dia nunca acontece.
Heloisa conheceu o evangelho desde pequena e embora ame ao Senhor, nunca conseguiu sucesso em algumas áreas de sua vida, a tão sonhada vida em abundância nunca existiu para ela. Heloísa não consegue prosperar, não cresce em conhecer a Deus, não impacta nenhuma vida, possui diversas amarguras e frustrações que carrega em seu coração há muitos anos.
Sérgio conheceu a Cristo em um acampamento que acabou indo atendendo um convite de um amigo, a mensagem e todos aqueles jovens felizes em Jesus chamou a atenção dele, ele sentiu vontade de ser como um deles. Logo após o acampamento podia se ver Sérgio indo para igreja com uma bíblia na mão que ganhara dos jovens da igreja, jovens que ligavam, se preocupavam e queriam ver Sérgio transformado.
Porém após algumas semanas, Sérgio não aparecia mais na igreja, quando procurado pelos jovens da igreja ele sempre afirmava que ia ao próximo culto, mas a verdade é que Sérgio voltara à antiga vida, ou melhor, voltara à vida que nunca tinha abandonado, uma vida onde ele é o seu deus, onde o que importa é a sua própria vontade e o seu status, não existe amanhã.
As pessoas descritas acima não existem, são personagens fictícios. O mesmo não se pode dizer de seus comportamentos, pensamentos e atitudes. Estes estão presentes e bem vivos dentro de nós que, diante da graça, a um passo da transformação, não obtemos a promessa.
Comecei a questionar porque isto acontece. É tão difícil mudar, é tão difícil vencer os inimigos, os desafios, os medos e as próprias vontades! Então preferimos uma vida medíocre a viver o inusitado de Deus a cada dia. Contentamo-nos em sermos escravos e comermos pão seco à sermos livres e marcharmos rumo à terra prometida e desfrutar de um lugar de prosperidade.
A Bíblia nos dá três exemplos de pessoas que também procederam como nossos personagens fictícios.
Caim (Gn. 4.7) que mesmo conhecendo a Deus não perseverou em agradá-lo, antes deu lugar ao pecado e se tornou escravo e réu do seu próprio desejo perverso. Caim poderia ter se arrependido de sua má oferta e agradado a Deus com sinceridade, mas o sentimento de inveja contra seu próprio irmão falou mais alto.
O jovem rico (Mt. 18.16-22) que mesmo conhecendo as leis e os mandamentos desde pequeno, não prosseguiu a caminhada com Jesus por falta de amor ao próximo, seus bens, seu conforto, seu eu, falaram mais alto.
O rei Agripa que diante do testemunho de Paulo confessou: “por pouco me persuades a me fazer cristão” (At. 26.28). Tão perto da salvação, tão perto da graça, mas o seu reinado, sua posição, seu status falaram mais alto.
Depois de ver personagens bíblicos que diante da graça não mudaram, depois de ver vários exemplos de pessoas ao meu redor que não mudaram, depois de ver em mim mesmo atitudes que há anos não foram mudadas, confesso que um enorme ponto de interrogação surgiu em minha mente. Porque há conversões difíceis de acontecer?
Mas talvez você esteja dizendo que este artigo não é para você, aliás, você se converteu, deixou toda a alegria do mundo para servir a Jesus, mudou seus hábitos, seu linguajar, com certeza esta leitura não tem o menor proveito para você. Pois bem, se você não tem áreas a serem trabalhadas, se consegue seguir ao Senhor sem vacilar, se consegue amar o seu próximo de todo coração, se é uma pessoa amável com a família, amigos, colegas de trabalho, se você já perdoou todos que lhe fizeram mal e não tem nenhum trauma, magoa ou medo eu devo lhe pedir desculpas por esse texto, confessar que eu ainda não estou neste nível e que no próximo artigo procurarei melhorar por você.
Agora se você se vê diante da graça, mas com a necessidade de alcançar transformação em alguma área fique comigo mais um pouco.
Minhas interrogações foram levadas para a Palavra onde pude ver o que Jesus diz através de uma ilustração de um semeador que ao sair a semear: algumas sementes caíram à beira do caminho e as aves comeram, outras caíram em solo rochoso, cresceram logo, mas como não tinham raízes firmes foram queimadas pelo sol, outras ainda, caíram entre espinhos e ao crescerem foram sufocadas pelos espinhos (Mt. 13-1-23).
Logo em seguida, Jesus explica o significado da ilustração: em primeiro, pessoas que ouvem a palavra do Reino e não compreendem ficando seus corações nas mãos do maligno, em segundo, pessoas que conheceram a palavra, começaram a seguir, mas não perseveraram quando vieram as perseguições e por último, pessoas que ouviram a palavra, mas os cuidados deste mundo falaram mais alto. Pessoas como André, Heloísa e Sérgio, pessoas como Caim, jovem rico e Agripa, pessoas como eu e como você!
Mas a resposta de Deus à minha pergunta está em Mt. 13.23: “o que ouve a palavra e a compreende” é este que dá fruto. Para ter uma vida transformada em todos os sentidos é necessário que o seu coração seja uma terra fértil à semente de Deus, é preciso ouvir e entender o propósito Dele para a sua vida.
Para transformar o lamento em posturas que vão gerar mudanças é necessário reconhecer que você precisa de ajuda e querer realmente mudar perseverando neste processo de transformação, crendo que só Deus é capaz de te transformar e te conceder a vida abundante que ele prometeu, deixe que Ele trabalhe do jeito Dele! Mas lembre-se que a mudança pode levar um tempo, talvez Deus não lhe envie um anjo a 0h45min em seu quarto e te transformando instantaneamente, talvez. Mas não desista, lembre-se de que do momento que a semente cai na terra, até a colheita dos frutos leva algum tempo, mas Deus está trabalhando, cabe simplesmente a você ser terra fértil.


Autor: Call Moreira

Correções: Elaine Massuco

3 comentários:

Elaine disse...

Olá Call!

Muito bom o texto!
Com certeza temos posturas a mudar para sermos o que realmente devemos ser.
Mas que bom que Deus não desiste de nós e a cada dia nos dá oportunidade e ajuda para mudarmos, o que precisamos é ser terra fértil.
Deus te abençoe
bjiko

Elaine

luciana disse...

Oie Call !!!!

Maravilhoso o Texto ! eu tambem confesso que ainda não cheguei nesse nível , preciso de transformação em algumas áreas !
Mais Deus é perfeito e fará a obra em nossas vidas !

Um beijaum

Deus te abençoe !

Luciana

Regina disse...

Oi, Call!

Que texto heim, muito bom.

Realmente é isso, pq existe conversão tão difícil de acontecer?!, é complicado pensar que tentamos, tentamos e sempre temos muito a mudar, e é mais difícil ainda ver que algumas pessoas nem tentam .. desite facilmente.
Que possamos ser terra fértil, esse é o nosso objetivo, só basta permitimos que Deus faz a obra em nós, pois sua graça é infinita.

Deus abençoe.

bjs